saiba como melhorar sua gestão com checklist para restaurante

Checklist para restaurante: saiba como melhorar sua gestão

Administrar um restaurante certamente não é tarefa fácil! A atividade envolve uma série de rotinas e deveres que vão desde o recebimento de mercadorias até os cuidados com a montagem das mesas no salão. Dessa maneira, é comum que você acabe se esquecendo de alguns processos.  

Para ajudá-lo em sua gestão, mantendo sempre o padrão de qualidade do estabelecimento, um checklist para restaurante pode ser a ferramenta ideal para você. De modo geral, o checklist é uma lista composta pelos itens necessários para a conclusão de uma atividade. Cada vez que um deles é resolvido, basta fazer uma marcação e partir para o próximo. Esse método ajuda na organização, minimiza falhas por esquecimentos e padroniza procedimentos.

Mas, como montar um checklist para os processos do meu restaurante? Neste artigo, listamos algumas das principais listas de checagem a serem utilizadas de modo a otimizar e melhorar, consequentemente, a sua gestão! Confira: 

1. Checklist da conferência de equipamentos e ingredientes

Esse tipo de checklist para restaurante é um ritual já bem difundido entre os gestores e chefs, que são acostumados a realizar um “mise en place” antes de cada prato preparado.

No começo do expediente, é importante checar se todos equipamentos da cozinha estão em condições de uso e prontos para o trabalho e também se existe quantidade apropriada dos ingredientes a serem utilizados no cardápio daquele dia.

A técnica é simples: liste todas as panelas e utensílios, fornos, fogões e suprimentos, passando por cada um deles individualmente.

2. Checklist do recebimento de mercadorias

Todos os dias, o restaurante recebe ingredientes frescos e outros suprimentos. A entrada de mercadorias pode ser tão volumosa e variada que, se não existir um processo de organização bem feito, torna-se fácil se perder durante o procedimento. 

Um checklist para o recebimento de mercadorias começa com as tarefas de checagem das notas fiscais, conferindo também se o que chegou foi o que foi pedido. Depois disso, vale a pena avaliar a integridade das embalagens, as datas de validade e a aparência geral dos produtos.

Uma vez que a mercadoria for aceita, o processo continua com as boas práticas de armazenamento dos produtos, como a etiquetagem e o acondicionamento dos alimentos em si, o que varia de acordo com as especificações de cada ingrediente.

3. Checklist das regras sanitárias e segurança no trabalho

Outras checagens que normalmente já são adotadas por bons gestores são as de segurança no trabalho e regras sanitárias. Normalmente, no começo do expediente, é recomendado verificar se tudo está em ordem e se os procedimentos de higiene e segurança estão sendo seguidos.

4. Checklist da preparação do ambiente do salão

O restaurante não é só a cozinha: a preparação do ambiente onde os clientes farão suas refeições é também muito importante. Para não se esquecer de colocar todos os talheres corretamente nas mesas ou confundir a ordem dos pratos, é recomendável ter um checklist completo para a organização do salão.

Com essa referência, toda a equipe de atendimento e limpeza terá um procedimento padrão para ser seguido no momento de preparação do ambiente, minimizando erros e assegurando uma regularidade.

5. Checklist da gestão de processos administrativos

Assim como em qualquer outra empresa, os restaurantes podem formatar checklists para seus processos financeiros, como a folha de pagamento e as declarações de tributos.

Esse tipo de ferramenta também funciona muito bem para o acompanhamento de atividades que tenham relação direta com algum tipo de legislação, uma vez que, com o checklist, fica mais fácil conferir se tudo está sendo cumprido.

Por fim, uma boa estratégia é elaborar mais de um checklist para restaurante: cada processo precisa de uma e, dependendo do porte do estabelecimento, será inevitável que se tenha muita coisa para uma única pessoa checar com uma só lista. Lembre-se que, naturalmente, outras listas podem ser elaboradas com base nas particularidades de cada tipo de estabelecimento e gestão.

E você, já usa checklists para as checagens de processos do seu restaurante? Não deixe de compartilhar as suas experiências conosco nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This