Mapa mundi representando as facilidades trazidas pela logística 4.0

Logística 4.0: entenda o impacto e 6 benefícios da inovação na área de logística

A indústria 4.0 propôs aos meios de produção mais integração com a tecnologia por meio da gestão de dados e as mudanças a partir desse nível de informação. Esse novo cenário deu origem também à logística 4.0, em um movimento natural e que também era facilmente esperado.

Os ganhos trazidos pelas novas tecnologias permitiram que o setor logístico propusesse novos métodos e inovações para o segmento. Isso representa:

  • Mais eficácia nos processos;
  • Agilidade;
  • Adequação à estratégia da empresa;
  • Melhor comunicação são a base dessas melhorias.

6 principais benefícios da logística 4.0 para as organizações

Neste post, você entenderá melhor os ganhos do desenvolvimento tecnológico e de processos da logística na era da indústria 4.0. Confira!

1. Melhoria na análise de dados logísticos

A cultura do uso de dados para gerir negócios já está devidamente implementada no mundo corporativo. Hoje, informações são ativos de extremo valor, já que são capazes de direcionar uma companhia. Se tratando de logística, essas informações ajudam a entender o desempenho atual e propor otimizações a curto prazo.

A grande questão é que atualmente há mais recursos para analisar dados. Além disso, eles são captados em mais fontes, o que permite ter um entendimento mais completo dos resultados logísticos. Todo esse caminho de informações unidos às soluções de Business Intelligence (BI) trazem análises aprofundadas aos dados.

Esse melhor entendimento dos dados logísticos representa a capacidade de gestores em avaliar resultados e transformá-los em ganhos estratégicos. Assim, é possível propor decisões que tragam melhorias à operação logística.

2. Otimização da estratégia de negócio

gestão estratégica é outra prática fundamental e que empresas de sucesso já implementaram. Trata-se de projetar o que se espera a nível de desenvolvimento e definir objetivos que levem a esse ponto. Para isso, a gestão de dados se faz importante, especialmente no setor logístico.

As tecnologias à disposição ajudam a mensurar resultados de desempenho. A partir disso, gestores conseguem entender se a logística está atendendo à demanda de trabalho com a dinâmica que se espera.

Por ser um setor importante, é fundamental que a operação funcione bem, o que impacta nos resultados da empresa.

A logística 4.0 é mais rastreável e sempre aponta os pontos de melhoria que a operação deve seguir. Isso fortalece a empresa na capacidade em cumprir com sua estratégia, ou seja, se desenvolver e alcançar objetivos.

3. Entrega de satisfação ao cliente

logística de uma empresa é responsável direta pela satisfação do cliente com o serviço prestado. É claro que o trabalho do setor não tem influência, por exemplo, na qualidade do produto que é vendido. Entretanto, especialmente na última etapa, ou seja, na entrega, o setor é decisivo para a imagem da organização.

O primeiro ponto é o prazo de entrega. A logística 4.0 é baseada em softwares que permitem organizar melhor as demandas, de modo que as rotas sejam melhoradas.

Assim, os produtos são entregues o mais rápido possível. Além disso, os recursos atuais também permitem um rastreamento dinâmico por parte do consumidor.

Esse nível amplo de informação gerida no setor logístico também permite que se tenha maior eficácia em toda a operação. Isso reduz extravios, atrasos por erros de despacho e, de modo geral, só contribui para a satisfação do cliente.

4. Redução do tempo das demandas

Essas são apenas algumas das várias demandas que fazem parte da rotina do setor logístico:

  • Separação;
  • Conferência;
  • Carga;
  • Descarga;
  • Embalagem;
  • Despacho.

Além de ter um número grande de obrigações, ainda há a exigência para que tudo seja feito em pouco tempo, já que o dinamismo é requisito básico.

A tecnologia aplicada na logística 4.0 gera diretamente o benefício de fazer com que cada uma dessas demandas possa ser desenvolvida corretamente e em menor tempo. A comunicação entre etapas do trabalho, a checagem de informações em sistemas e a automação de tarefas são fundamentais para isso.

Hoje, um setor logístico que não tenha plataformas digitais no suporte da operação simplesmente não sobrevivem. Todas as fases da cadeia precisam ser gerenciadas com a ajuda de sistemas de fácil acesso e que coletem dados o tempo todo. Esse ciclo gera melhorias que deixarão os processos mais rápidos continuamente.

Leia também: Como um checklist pode ajudar na gestão de tempo da equipe?

5. Integração na cadeia de suprimentos

As etapas da cadeia de suprimentos são responsáveis por dar vida ao produto e fazer com que ele chegue ao consumidor. O problema é quando essas fases estão distantes, não geograficamente, mas em termos de comunicação. A logística 4.0 não vê mais esse contato como problema, graças aos seus recursos.

A integração é um dos principais ganhos obtidos nesse desenvolvimento dos recursos de tecnologia à logística. Na prática, ele fortalece a comunicação entre gestores e colaboradores que trabalham nas diferentes etapas da cadeia. A proposta é proporcionar um canal simples e direto de comunicação.

Uma cadeia de suprimentos que se comunica melhor consegue, principalmente, manter um controle de qualidade otimizado.

A rastreabilidade aumenta graças aos registros que podem ser feitos em sistemas unificados, e isso garante que o melhor chegará ao consumidor final.

6. Evita prejuízos com a perda de produto

A entrega ao distribuidor é só a etapa final de um longo trabalho da cadeia logística. Entretanto, se essa fase não funcionar bem, o prejuízo poderá ser associado aos responsáveis por ela.

A perda de produto é um dos principais riscos enfrentados na logística pois é realmente um problema concreto, especialmente no agronegócio.

Cerca de 30% da produção desse setor não chega à mesa do consumidor, já que eles estragam antes. A agilidade na entrega é apenas uma parte dos esforços necessários. A fase seguinte vem justamente da capacidade de rastrear o caminho desses itens e entender até quando estarão próprios ao consumo.

Se há um controle adequado, com registros precisos sobre essa trajetória, dificilmente uma empresa vai permitir que o produto estrague. Para isso, uma série de métodos serão desenvolvidos para que a operação seja mais rápida.

A logística 4.0 é baseada em dados e em tecnologia, reflexo das mudanças pelas quais a indústria passou nos últimos anos. A aplicação desses recursos permitiu ganhos estratégicos, além de estimular continuamente a inovação.

E então, está pronto para implementar as inovações necessárias da logística 4.0? Então entre já em contato com o nosso time comercial para conhecer os detalhes da plataforma Checklist Fácil!

banner de pedido de orçamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This