limpeza de loja, como uma checklist pode ajudar

Limpeza de loja: como um checklist pode ajudar

Manter a loja limpa é uma preocupação de qualquer lojista ou gerente dos estabelecimentos comerciais. Isso acontece porque os clientes estão cada vez mais exigentes e tudo na loja precisa estar impecável para que eles gastem o seu dinheiro ali e não em um concorrente.

Fazer uma limpeza de loja, no entanto, não é uma tarefa das mais fáceis, pois se trata de um local onde há muita circulação de pessoas, que podem trazer sujeira da rua, deixar cair fios de cabelo, etc.

Por isso, a elaboração de um checklist pode ser importante para auxiliá-lo a manter a loja sempre limpa. Veja como fazer a seguir.

Converse com os colaboradores

A primeira coisa a ser feita para manter a loja sempre limpa é ter uma conversa franca com todos os colaboradores do estabelecimento. Eles devem ser conscientizados da importância de um ambiente limpo para atrair novos clientes e manter os que já são ativos. Além disso, pode ser discutido também que o ambiente livre de sujeira propicia menos problemas de saúde.

Os colaboradores precisam ter consciência de que a manutenção da limpeza é uma responsabilidade de todos, independentemente de a loja ter ou não uma faxineira em seu quadro de funcionários. Se o papel higiênico do banheiro acabou ou o lixo está cheio, por exemplo, é responsabilidade de quem o estiver utilizando naquele momento fazer a limpeza e a organização do local.

Defina um cronograma de limpeza

O cronograma de limpeza funciona muito bem e é uma forma de fácil entendimento para que todos tenham controle da situação. É possível designar uma pessoa para ser o “fiscal da limpeza”, verificando alguns detalhes, várias vezes ao dia.

Se a loja tem portas de vidro, por exemplo, é comum que as pessoas, principalmente as crianças, encostem nelas, deixando marcas de impressão digital. O chão também costuma sujar com facilidade, pois as pessoas podem trazer sujeiras e impurezas em seus calçados quando chegam da rua. O fiscal deve estar atento a todos esses detalhes.

A limpeza “pesada”, ou seja, aquela em que se arredam os móveis, lavam-se os vidros e tapetes, entre outras ações, pode ser feita uma vez por semana, por um profissional da loja ou diarista contratado exclusivamente para essa função. Já a manutenção diária da limpeza pode ser feita por todos, com o auxílio do funcionário fiscal.

Para todos esses serviços, é importante contar com um checklist. Ele o ajudará a definir os dias em que são feitas as limpezas, os materiais necessários para compra e os itens que precisam ser checados pelo funcionário fiscal.

Você pode montá-lo virtualmente e enviar para que todos os funcionários tenham acesso e também colar na área de convivência comum. Ele pode até ser um quadro em que é possível marcar os itens que foram completados com eficiência ou não, garantindo um maior controle.

5 passos para montar um cronograma de limpeza

Elaborar um cronograma é essencial para garantir a limpeza da loja. Afinal, quando se define uma periodicidade adequada, a empresa assegura uma manutenção efetiva por mais tempo.

Abaixo, listamos cinco dicas para elaborar o cronograma ideal e manter a loja limpa. Confira!

1. Defina tarefas por periodicidade

A limpeza da loja deve ser feita de forma diária, semanal e mensal. Para cada período, são estabelecidas funções diferentes — sendo que a limpeza diária funciona como uma manutenção, enquanto que a semanal e a mensal são higienizações mais profundas. Entenda:

  • limpeza diária: é a limpeza dos banheiros e áreas comuns, pisos, balcões e a retirada do lixo;
  • limpeza semanal: é uma manutenção mais profunda, que atinge áreas de acesso mais restritas — como espaços de armazenamento, escadas, elevadores, locais altos, entre outros;
  • limpeza mensal: é uma limpeza que segue ações mais específicas e rigorosas. É feita a manutenção da limpeza dos vidros, áreas remotas e locais que possam acumular resíduos, como ralos, caixas de gordura, entre outros.

Estabelecer um cronograma diário, semanal e mensal garante uma limpeza mais profunda da loja e, ainda, mantém a manutenção durante mais tempo.

2. Divida o processo em etapas

Dividir o processo de limpeza em etapas é uma ação importante para assegurar que o serviço seja bem-feito. Assim, nenhuma área ou tarefa será deixada de lado pelos funcionários responsáveis pela manutenção. Confira quais são os processos que podem auxiliar na limpeza da loja:

  • organização: ao manter as prateleiras, balcões e corredores da loja organizados, é possível visualizar com maior clareza quais áreas exigem maior atenção;
  • higienização: é a etapa que consiste em fazer a limpeza das áreas mais visíveis;
  • limpeza de impurezas aparentes: é a parte mais minuciosa do trabalho, que exige mais atenção e cuidado, além do uso de equipamentos e produtos específicos.

Dessa forma, além de garantir o aspecto agradável da loja, também evita-se uma série de complicações, como a contaminação de produtos, danos causados pela umidade, etc.

3. Entenda as necessidades da empresa

Para que a limpeza da loja seja feita da maneira adequada, é fundamental compreender as necessidades individuais da empresa. Alguns setores exigem cuidados mais rigorosos — especialmente as indústrias hospitalares e alimentícias.

Portanto, é importante verificar quais são os procedimentos recomendados pelos órgãos de vigilância para assegurar uma limpeza eficiente.

4. Evite o acúmulo de impurezas na loja

Essa complicação será naturalmente evitada com o cronograma de limpeza, já que ele garante que mesmo as áreas mais remotas sejam higienizadas ao menos uma vez ao mês.

Porém, para garantir a prevenção do acúmulo de impurezas nesses espaços, é muito importante orientar adequadamente os funcionários que vão realizar esse trabalho, para que ele seja feito na periodicidade ideal e de maneira correta.

5. Preste atenção na segurança

Outra questão muito importante para a limpeza da loja é que as normas de segurança sejam cumpridas. Para isso, além do uso de equipamentos adequados, também é necessário seguir com os procedimentos recomendados, como a instalação de sinalização de aviso, restrição de acesso à área durante a limpeza, entre outros cuidados.

Mantenha a limpeza da loja para reter clientes

Manter a loja limpa e organizada são hábitos que ajudam a reter clientes, mantendo ou aumentando a lucratividade da empresa. Além disso, tais hábitos também agilizam o atendimento e evitam alguns problemas, como a entrega de produtos errados. Isso faz com que o cliente se sinta bem atendido e volte ao estabelecimento em outras oportunidades.

Agora que você já sabe como um checklist pode ajudar a manter sua loja sempre limpa, que tal começar a elaborar o seu agora mesmo e, em seguida, fazer uma reunião com os colaboradores para definir quem será o fiscal?

Lembre-se de que a tecnologia hoje pode ser uma grande aliada até mesmo para contribuir com a limpeza de loja, já que é possível utilizar softwares que fazem checklists customizáveis. Quer saber mais? Entre em contato conosco e conheça as soluções ideais para sua empresa!

Powered by Rock Convert

3 Replies to “Limpeza de loja: como um checklist pode ajudar”

  1. Boa tarde tenho uma pena sorveteria self-service, apenas eu trabalho nela. Gostaria que me ajudassem a fazer uma chego list. Obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This