Ciclo PDCA: saiba como implantar a melhoria contínua na empresa

Ciclo PDCA: saiba como implantar a melhoria contínua na empresa

Conseguir implementar melhorias nos processos de uma empresa é objetivo de grande parte dos gestores, apesar de, muitas vezes, representar um desafio. Com as ferramentas adequadas, é possível fazer as análises e o planejamento necessário para isso, sem que seja necessário elaborar projetos complexos.

Neste artigo vamos falar sobre o Ciclo PDCA e como ele auxilia no processo de melhoria contínua. Continue com a leitura e confira agora mesmo!

Afinal, o que é o Ciclo PDCA?

O Ciclo PDCA pode ser considerado uma ferramenta de gestão e é muito utilizado por várias empresas, mundialmente. Ele foi criado por Walter A. Shwehart e, da mesma forma que a metologia do Kaizen, busca promover melhorias contínuas nos processos e ambientes de trabalho.

O foco principal é conseguir fazer com que as atividades sejam executadas de forma mais ágil, tornando os processos mais claros e objetivos para os funcionários. A grande vantagem é que sua aplicação abrange qualquer modelo de negócio. Isso permite que qualquer empresa possa aprimorar sua gestão cada vez mais, garantindo resultados melhores para o negócio.

Sendo assim, o controle dos processos — tanto internos, quanto externos — é maior. E realiza-se a padronização na forma como as atividades são executadas, além de buscar soluções que visam minimizar os erros e seus impactos negativos. Porém, vale ressaltar que, uma vez implementado, o Ciclo PDCA deve ser contínuo.

Quais etapas constituem esse ciclo?

As siglas correspondem a cada uma das etapas que o processo de melhoria contínua possui. Sendo que:

Plan (Planejamento)

O planejamento é a primeira etapa para começar a se implementar o ciclo PDCA. É através dele que se levantam os riscos e as possibilidades de falhas futuras, bem como quais ações precisam ser tomadas para eliminar as chances de ocorrência. Vale lembrar que o planejamento deve ser elaborado de acordo com a cultura da empresa, as estratégias utilizadas e os objetivos traçados, traçando o melhor caminho para que eles sejam atingidos.

Do (Execução)

Assim que o planejamento é finalizado, é o momento de aplicá-lo na prática. Porém, ele deve ser seguido fielmente, para não correr o risco de comprometer, de forma negativa, o ciclo PDCA — visto que as fases são sequenciais e influenciam umas nas outras.

Nesse ponto é necessário, também, promover treinamento dos colaboradores, explicando as mudanças e a importância da participação de cada um e registrar todos os dados, para que eles possam ser avaliados posteriormente.

Check (Checagem)

Nesse momento o planejamento é revisado, buscando os riscos e as possíveis falhas que o ciclo PDCA podem apresentar. Além disso, é hora de avaliar os resultados obtidos com as modificações e compará-los com as metas que foram traçadas no planejamento.

Sendo assim, pode-se realizar essa verificação tanto durante a execução dos trabalhos (como monitoramento), tanto no final da etapa, em que os ajustes necessários serão levantados.

Act (Ação)

Essa é a ultima etapa do Ciclo PDCA. Nela, todos os ajustes que foram identificados são aplicados, buscando manter as melhorias contínuas. Ao mesmo tempo em que ela encerra o projeto, é ela quem inicia o próximo ciclo, através da definição de novos parâmetros.

Quais cuidados devem ser tomados ao implementá-lo?

Apesar de parecer simples, existem alguns cuidados que devem ser tomados na implementação do Ciclo PDCA. Isso porque algumas ações podem prejudicar os resultados e comprometer a eficiência do projeto. Dentre os principais, estão:

  • Não abrir mão do planejamento;
  • Sempre elaborar ações para cada meta que for definida;
  • Informar e preparar os colaboradores para a execução das atividades planejadas;
  • Sempre fazer a checagem do que está sendo feito;
  • Não deixar de identificar e executar as ações corretivas quando forem necessárias;
  • Não interromper o ciclo.

O Ciclo PDCA ajuda no mapeamento e no aprimoramento dos processos, conduzindo a resultados cada vez melhores e atividades mais eficientes. Consequentemente eliminando desperdícios, perdas, reduzindo custos e aumentando a produtividade.

O que achou desse artigo? Suas dúvidas a respeito do ciclo PDCA foram esclarecidas? Comente e compartilhe suas opiniões conosco!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This