Checklist para seguro de carga: o que considerar?

Ter um seguro de carga é uma ótima forma de se prevenir contra possíveis danos durante os traslados de mercadorias até seus destinos. Os fatores de risco são inúmeros, desde eventos ambientais, até fatalidades e ações criminosas.

São vários os tipos de seguros existentes, que podem variar de acordo com o tamanho e com o tipo da carga a ser transportada. Por isso, ter um checklist pronto é o mais indicado para visualizar e decidir o que cada carregamento necessitará para ter um transporte seguro.

Tem dúvidas sobre o que considerar na hora da escolha do seguro de carga? Confira nossas dicas e acerte na decisão:

Cobertura da carga

O transporte de cargas enfrenta vários riscos, e por isso existem diversos tipos de seguros. Por causa dessa grande variedade, é necessário que em seu checklist esteja presente que tipo de acontecimento cada seguro cobre. De acordo os riscos do transporte em questão, verifique se o seguro contratado pode ser acionado em caso de roubo, acidentes ou avarias pontuais.

A cobertura da carga contra acidentes, por exemplo, é uma das mais indicadas, já que não há como prevenir ou diminuir os riscos nessa questão. O seguro de carga contra roubos e outras avarias também serve de auxílio para reduzir os custos dos danos que tais contratempos podem gerar. Essa proteção é uma excelente forma de amenizar ocasionais perdas.

Cobertura para o ambiente do acidente

É importante também averiguar se é preciso que seu seguro cubra limpeza de pista. Caso a carga a ser transportada seja tóxica ou diferenciada, alguns cuidados adicionais devem ser tomados, para que a cobertura do seguro esteja adequada ao tipo de carga e às variáveis implícitas a ela. Por exemplo, é importante saber se o seguro a ser contratado cobre avaliação de impacto, tratamento e compensação a danos ao meio ambiente e proteção à vida, em caso de acidentes com esse tipo de carga.

Averbação

Quanto a essa questão, é necessário considerar, no checklist, se no seguro contratado a averbação é automática. Também se é preciso que ela aconteça no ato da Emissão do Conhecimento do Transportador, ou no ato da Emissão de Nota Fiscal.

Atendimento da seguradora

Ter conhecimento sobre a própria seguradora é fundamental. A maioria das seguradoras oferece todo o suporte necessário em casos de necessidade, e isso é de extrema importância. É preciso checar se a seguradora fornece atendimento padronizado, 24 horas por dia, 7 dias por semana e in loco, online e off-line. Também, em seu checklist, é bom saber se há necessidade de um consultor especializado para acompanhar as demandas do acidente ao pagamento do Sinistro.

O checklist é uma forma de controlar tudo o que está incluso ou não no seguro de carga, facilitando a visualização das informações.

Usar esse método diminui o trabalho, assim como os relatórios de performance, que também são bem utilizados na hora de verificar dados, padronizando e melhorando a prática dos gestores da empresa.

Você acha que o uso de um checklist pode ajudar a melhorar o transporte de cargas dentro de sua empresa? Conheça mais sobre padronização de processos clicando aqui!

One Reply to “Checklist para seguro de carga: o que considerar?”

  1. Sempre importante seguir esses passos, desde as coberturas, averbações e o atendimento com a seguradora, procurar se informar sobre o RCTR-C e RCF-DC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This