checklist para empilhadeira

Checklist para empilhadeira: quais os itens essenciais e como aplicá-los?

A empilhadeira é uma das ferramentas fundamentais em armazéns, galpões e em toda empresa que precisa movimentar e armazenar mercadorias volumosas e pesadas. Porém, sem um devido cuidado, esse equipamento pode trazer grandes riscos. Para evitar isso, é ideal contar com um checklist para empilhadeira.

Ele consiste no trabalho de verificação e inspeção de itens essenciais não só para o funcionamento da máquina, como também para garantir a segurança do condutor e de todos os profissionais ao redor. Seguindo esse ponto, apresentaremos, neste artigo, itens importantes que devem ser averiguados durante um checklist para empilhadeira.

Acompanhe e boa leitura!

Os itens essenciais de um checklist para empilhadeira

Habilitação do motorista

Antes de entrarmos necessariamente na checagem, precisamos esclarecer um ponto: a NR 11 (Norma Regulamentadora) é a que regulamenta o trabalho de transporte e movimentação de carga por meio de empilhadeiras, pontes-rolantes, guindastes, entre outros.

No texto da norma está escrito que todo condutor precisa ser habilitado para conduzir os equipamentos. Porém, o termo “habilitado” não se refere diretamente à pessoa com CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Nesse caso, habilitado significa uma formação específica para operação dos equipamentos. Apesar de muitos cursos exigirem a CNH categoria B para os alunos, essa obrigatoriedade não está especificada na NR 11.

Mas, quanto ao checklist, conferir a habilitação do condutor se refere à checagem da correta formação citada. Independentemente de CNH, o motorista precisa apresentar o documento que o credencia à pilotagem do equipamento.

Identificação de função

A função da empilhadeira é movimentar materiais pesados para armazenamento e distribuição em um espaço pré-determinado. Por isso, durante um checklist, é preciso assegurar que o equipamento será direcionado para cumprir exclusivamente essas etapas.

Em caso de qualquer indício de utilização para outros fins, o uso da empilhadeira deve ser vetado imediatamente. Esse ponto é essencial para evitar acidentes ou mesmo danificar a ferramenta.

Faróis

Apesar de a empilhadeira não ser um veículo convencional, é essencial que alguns itens também funcionem perfeitamente, tal como em um automóvel. Os faróis do equipamento não só precisam funcionar perfeitamente, como também devem permanecer ligados durante todo o tempo em que a máquina estiver sendo utilizada.

Muitas empresas acreditam que só precisam ligar os faróis nos turnos da noite, o que é um erro. Em outras palavras, aqui, o checklist deve ser feito antes e durante a operação do equipamento.

Buzinas

Esse item também se enquadra nas verificações comuns em todo tipo de veículo. Porém, diferentemente dos faróis, a buzina deve ser checada antes e depois da utilização da empilhadeira. Não é recomendado que o condutor buzine o tempo todo durante o trabalho.

Na maioria das vezes, a empilhadeira é utilizada em ambientes fechados que ecoam altamente os sons. Buzinar sem necessidade pode trazer riscos e até outros problemas para a saúde dos profissionais ao redor. Sendo assim, o item só deve ser acionado quando necessário.

Controle e comandos

A checagem do controle e dos comandos de uma empilhadeira é o que garante a eficiência da máquina e a segurança geral. Por isso, em hipótese alguma, deve ser considerada a utilização da ferramenta sem a averiguação correta desses pontos.

Devem ser verificados os principais comandos como direção, controle das paletas, luzes de emergência, entre outros. É importante lembrar que a empilhadeira é um equipamento complexo, ou seja, não basta apenas que a direção funcione perfeitamente. Se o conjunto completo não estiver dentro do padrão aceitável, o equipamento deve ser condenado para uso.

Freios e rodas

Outros itens de segurança que não podem passar despercebidos por uma checagem. Sabemos que, com os freios comprometidos, qualquer veículo pode causar graves acidentes. Um equipamento carregando toneladas de materiais apresenta riscos ainda maiores.

Por isso, averiguar freios e o estado das rodas também deve estar incluso em um checklist. É necessário que a calibragem dos pneus siga as indicações do fabricante, assim como o tempo para a troca das pastilhas dos freios. Independentemente se o aparelho apresenta algum tipo de defeito ou não, essas orientações devem ser seguidas.

Uso do EPI adequado pelo operador e outros profissionais envolvidos

A segurança e a vida dos trabalhadores sempre devem ser a prioridade maior em qualquer ação de checklist. Todos os itens apresentados são importantes para garantir o funcionamento da empilhadeira e também a proteção do condutor.

Mas, nada disso será suficiente se o profissional não estiver trajando os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Esses objetos são exclusivamente direcionados para proteger o trabalhador durante o exercício da sua função. E como estamos discutindo sobre uma área na qual a movimentação de cargas e máquinas pesadas é constante, a utilização dos EPIs se torna ainda mais fundamental.

Todavia, como mencionado, grande parte das empresas utiliza as empilhadeiras em galpões fechados, com grande circulação de outros profissionais. Por isso, não basta apenas que o condutor esteja protegido, é preciso que todos os trabalhadores que utilizam o espaço usem os devidos EPIs — isso inclui o pessoal de setores burocráticos, como administração e RH.

A importância de contar com um software de checklist para facilitar o processo

Verificar todos os itens apresentados e assegurar que tudo está dentro das normas estabelecidas é com certeza um trabalho demorado e complexo. Um descuido durante essas etapas é o suficiente para que graves consequências aconteçam.

Na era tecnológica, não há mais necessidade de correr esse tipo de risco. Adotar um software de checklist não só facilitará o trabalho, como também diminuirá a taxa de erros. Mais do que isso, o software pode trazer benefícios que vão além, por exemplo:

  • acaba com o ruído ou o delay de informações;
  • elimina os retrabalhos (sem falhas, não há razão para fazer duas vezes a mesma coisa);
  • compara os dados e apresenta indicadores em tempo real;
  • notifica a equipe e profissionais responsáveis rapidamente;
  • aumenta a produtividade e entrega um serviço de melhor qualidade para o cliente final.

Enfim, o checklist para empilhadeira é uma tarefa que deve ser levada muito a sério. Não basta que seja feita uma checagem superficial e de forma esporádica, garantir a segurança de todos é sempre o mais indicado para qualquer empresa. Além disso, é essencial manter um planejamento de manutenção preventiva e assegurar o contínuo funcionamento dos equipamentos.

Quer saber como contar com o melhor software de checklist do mercado? Entre em contato conosco: nós podemos ajudá-lo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This